Primeira Cruz adere a Programa do UNICEF que mapeará crianças e adolescentes fora da escola


Uma solenidade realizada na noite desta sexta-feira, 10, com a participação de diversas organizações da sociedade civil, oficializou a adesão da Prefeitura Municipal de Primeira Cruz ao Programa Busca Ativa Escolar, uma estratégia que pretende apoiar governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão.


É a terceira vez que o município adere à estratégia, que reúne representantes de diferentes áreas como a Educação, Saúde e Assistência Social.

Para o prefeito Nilson do Cassó, a mobilização e articulação das secretarias e órgãos da sociedade civil é de imprescindível relevância para o alcance dos objetivos. “Temos a mobilização de toda a nossa equipe do município, sociedade civil organizada, colônia, CMDCA e conselho tutelar. Tudo isso para levarmos esse trabalho em frente. Tenho certeza de que vamos conseguir”, ressaltou o prefeito.

Outro objetivo da solenidade foi a celebração do compromisso da Prefeitura com o selo do UNICEF. Com o Selo, o município se compromete em manter a agenda de suas políticas públicas pela infância e adolescência como prioridade.


A mesa de abertura da solenidade contou com a participação da Secretária de Educação, Rosângela Silva Serra; da Secretária de Saúde, Bruna Karine; da Secretária de Assistência Social, Mirena Silva; do vereador Júlio Galvão; de representantes do CMDCA e da representante do Instituto Técnico Formação, de apoio ao UNICEF, Diane Pereira.


Na ocasião, o professor Antônio José, que também é Subsecretário de Educação do Município, foi apresentado como articulador do Programa.


No decorrer da solenidade, a representante do Instituto Formação, de apoio técnico ao UNICEF, destacou os objetivos da atuação do instituto junto ao município. “Nós oferecemos um suporte de formação que posiciona o município. Que ajude o município a olhar para dentro dele e pensar a partir de uma agenda com objetos do desenvolvimento sustentável, pensando indicadores e em toda a estrutura municipal, sobre como podemos garantir que crianças e adolescentes continuem sendo protegidas e dentro da escola”, ressaltou Diane Pereira.

O prefeito garantiu a articulação das secretarias para atingir os objetivos e alcançar o selo do UNICEF. O alcance do selo elevará indicadores de qualidade na educação municipal e de presença escolar de crianças e adolescentes.